Teste já!

O que Pais Devem Fazer Ao Descobrirem que seus Filhos Assistem Pornografia?

Proteger seu Filho Contra Pornografia


O que Pais Devem Fazer Ao Descobrirem que seus Filhos Assistem Pornografia?

Apesar das aparentes desvantagens de assistir a vídeos pornô, esta ainda é uma das pesquisas online mais frequentes. De acordo com o Statista, as buscas por vídeos pornô chegam a 20%, com o número previsto para aumentar ainda mais em breve. Com estes números impressionantes em mente, pais devem sempre prestar atenção ao que seus filhos estão assistindo online.

Então, como a pornografia afeta o cérebro do seu filho? É o que estamos prestes a descobrir, além de aprender como conter a ameaça. Continue lendo!

Parte 1. Como saber se seus filhos estão assistindo pornografia

Parte 2. Desvantagens de assistir a vídeos pornográficos

Parte 3. Guia parental para proteger seu filho contra pornografia online

Como saber se seus filhos estão assistindo pornografia

Embora possa ser difícil monitorar todas as atividades online do seu filho, existem várias maneiras de saber se ele está assistindo a vídeos pornográficos. Então, se você quer descobrir se seu filho é viciado em pornografia, confira aqui como fazê-lo:

1. Monitore todas as mensagens suspeitas

Monitore todos as mensagens suspeitas no celular do seu filho

Como crianças provavelmente são iniciadas no vício por seus amigos, comece sua pesquisa em suas atividades nas redes sociais. Você pode fazer isso monitorando suas mensagens de texto ou DMs em plataformas como o Instagram, Facebook, WhatsApp e outros. Para fazer isso, peça suas informações de login ou faça várias verificações aleatórias em seu celular. Uma maneira mais fácil de fazê-lo é instalando um aplicativo de controle dos pais de terceiros, como o FamiSafe, o qual oferece controle total sobre o dispositivo do seu filho.

2. Verifique seu histórico de atividades

Além de ler as mensagens de texto e mensagens diretas recebidas através de redes sociais, você também pode monitorar as demais atividades do seu filho no celular. Mais uma vez, o FamiSafe será útil. Com este aplicativo, você saberá quais aplicativos seu filho gosta de usar e a que horas. Por exemplo, é possível que seu filho goste de assistir a vídeos quentes tarde da noite, quando todos estão dormindo. Neste caso, você pode desativar o dispositivo para ajudá-los a dormir melhor.

3. Histórico de navegação

Verifique o histórico de navegação do seu filho

Caso não consiga enxergar nenhum dos sinais acima, pule direto para o histórico de navegação, onde provavelmente encontrará o que procura. Obviamente, isso não será fácil, a menos que você pegue fisicamente o dispositivo. Alternativamente, você pode usar o aplicativo de controle dos pais FamiSafe para ver todo o histórico de navegação do seu filho. Caso eles entrem em um site de conteúdo adulto, você receberá uma notificação em tempo real, permitindo-o tomar as providências necessárias.

Desvantagens de assistir a vídeos pornográficos

Como a pornografia afeta o desenvolvimento do cérebro do seu filho?

1. Normaliza o dano sexual

De acordo com a Dra. Sharon Cooper, da Escola de Medicina da Universidade da Carolina do Norte, crianças e jovens são mais suscetíveis a imagens pornográficas por causa dos neurônios espelho de seus cérebros. Os neurônios espelho determinam como uma criança aprende. Em outras palavras, eles ajudam a criança a observar e imitar o que outras pessoas fazem.

Dito isso, assistir a vídeos explícitos pode limitar a habilidade do seu filho em formar relacionamentos emocionais sustentáveis no futuro, normalizando a violência sexual e o estupro. De modo geral, a pornografia pode deixar um efeito emocional negativo mais duradouro em jovens e crianças que outros conteúdos de mídia.

2. Pode levar ao vício

Pode levar ao vício

O vício em pornografia pode ser tão perigoso quanto o vício em drogas, álcool e jogos de azar para adultos e jovens. Deixando isso de lado, se seu filho continuar a ter acesso a este tipo de conteúdo imoral, ele o achará agradável e, eventualmente, este se tornará uma necessidade. Além disso, eles desenvolverão um desejo incontrolável, o que resultará na perda do autocontrole.

E o pior, múltiplos estudos médicos revelam que uma pessoa que sofre de um único vício provavelmente sofrerá de outro. Portanto, as chances de seu filho viciado em pornografia sofrer de dependência de drogas ou álcool no futuro são muito altas. E sim, este vício provavelmente afetará seu desempenho acadêmico também.

3. Desestabiliza seus objetivos de vida

Aprender como definir objetivos de vida é parte integrante do desenvolvimento geral do seu filho. Se seu filho é viciado em pornografia, torna-se difícil para ele se concentrar em seus objetivos acadêmicos. Na verdade, não é coincidência que viciados em pornografia geralmente enfrentam problemas financeiros, profissionais ou em seus relacionamentos.

É um desafio definir uma horário programado para o consumo de pornografia uma vez que este se torna um vício. Quanto mais você assiste, mais deseja assistir, substituindo seus objetivos da vida real. Em suma, este prazer momentâneo pode destruir a capacidade do seu filho de definir e alcançar grandes objetivos.

4. Isolamento social

Isolamento social

O vício em pornografia é um dos principais culpados pelo isolamento social. Isso porque seu filho vai querer assistir aos vídeos sozinho. Ao mesmo tempo, este começará a sentir vergonha e constrangimento social quando estiver em público.

Além disso, o fato de seu filho sentir vergonha por assistir vídeos pornográficos pode tornar difícil para você e seu filho compartilharem momentos juntos. Isso pode retardar seu processo de maturidade e impedi-lo de atingir todo o seu potencial.

5. Promove a agressão

Estabelecer um relacionamento amoroso duradouro é parte integrante do desenvolvimento de jovens e adultos. No entanto, a exposição a conteúdo adulto pode ocasionar o oposto. A pornografia geralmente exibe mais cenas de hostilidade, especialmente em relação às mulheres, do que outros conteúdos de mídia sexual. A violência e a agressão associadas às mulheres podem ensinar aos meninos adolescentes que é socialmente aceitável rebaixar-se e se comportar agressivamente com as mesmas.

Além disso, o conteúdo pornográfico não retrata como pessoas reais se comportam e agem em relacionamentos íntimos, logo, seu filho pode criar expectativas irrealistas em relação aos seus futuros parceiros, prejudicando sua capacidade de construir e manter relacionamentos.

Guia parental para proteger seu filho contra pornografia online

Geralmente, o conteúdo explícito pode fazer com que jovens e crianças desenvolvam comportamentos negativos. A boa notícia é que existem várias medidas que você pode tomar para garantir que sua criança ou adolescente não se torne um viciado em pornografia. Confira abaixo os cinco principais tipos de intervenções:

1. Comunicação aberta

Comunicar-se abertamente com seu filho sobre os perigos de assistir pornografia é, sem dúvida, sua primeira linha de defesa. Como pai/mãe responsável, você pode iniciar uma conversa com seu filho para ajudá-lo a evitar o vício.

Comunicação aberta

Ensine-os a incentivar o pensamento crítico perguntando-se: quem faz pornografia e por que o fazem? Eles também podem se perguntar o que têm a ganhar assistindo a vídeos adultos antes de abri-los em seu dispositivo. Resumindo, esforce-se para promover uma discussão saudável sobre pornografia online com seus filhos.

2. Aplicativos de controle parental

Se seu filho usa a Internet com frequência, os aplicativos de controle dos pais certamente poderão ajudá-lo. Você só precisa instalá-lo em ambos os seus dispositivos para desfrutar de acesso ilimitado e remoto às suas atividades móveis. Com esta tecnologia, você poderá monitorar seu histórico de navegação, galeria de mídia, tempo de uso de aplicativos e muito mais.

FamiSafe Filtro da Web

No entanto, usar um aplicativo de controle dos pais é uma medida que funcionará melhor se fizer parte de uma abordagem abrangente de responsabilidade online, ou seja, você precisa comunicar ao seu filho o que fazer e o que não fazer online. Deixe bem claro que você estará monitorando seus dispositivos móveis e atividades online.

  • Localização e Cercas Geográficas
  • Bloqueio de Aplicativos
  • Filtro da Web
  • Controle de Tempo de Uso
  • Configuração de Controle Parental Inteligente
3. Limite seu acesso ao computador ou celular

Embora possa parecer brutal, este provou ser um método eficaz para manter a pornografia infantil sob controle. Não apenas estabeleça regras, mas também garanta que eles usem seus computadores e celulares em casa de maneira responsável.

Limite seu acesso ao computador ou celular

Em primeiro lugar, coloque os computadores em sua casa em espaços abertos onde você possa observar seu uso. Mantê-los em seus quartos incentiva a privacidade, o que funciona como catalisador para o vício em pornografia. E mais, desligue ou pegue seus celulares ou notebooks à noite para carregá-los.

4. Conheça seus amigos

Conforme mencionado anteriormente, as crianças são geralmente apresentadas à pornografia por amigos na escola ou online em redes sociais. Embora os aplicativos de controle dos pais possam dar conta dos problemas online, você deve tomar medidas rígidas para manter seu filho longe das más companhias na vizinhança.

Conheça seus amigos

Por exemplo, crie o hábito de conhecer os amigos do seu filho ou quem eles estão namorando, bem como seus pais. Mesmo que seu filho pense que você está invadindo a privacidade dele, esta medida é absolutamente necessária. No entanto, continue construindo um relacionamento cordial com seu filho e diga a ele que você está fazendo isso para o seu próprio bem.

5. Ofereça apoio

Por fim, se sua criança ou adolescente já foi exposto a este vício, é fundamental que você o ofereça o apoio necessário para superar a situação. Informe-o que ele pode conversar com você caso assista pornografia acidentalmente, sem repercussões. Além disso, diga-o para não responder e avisá-lo sobre mensagens inadequadas para ajudá-lo a cortar o mal pela raiz.

Ofereça apoio

O vício em pornografia por parte das crianças/adolescentes está se tornando um problema sério em todo o mundo. Embora você possa usar aplicativos de controle dos pais para limitar o acesso do seu filho a conteúdos e aplicativos específicos, este método pode ser inútil se este for um adolescente ou conhecedor de tecnologia. Por isto, é melhor educar seu filho sobre as desvantagens de se assistir vídeos pornográficos e incentivá-lo a conversar com você caso se depare com conteúdos impróprios.

editor image

Emanuela Souza

staff Editor

0 Comentário(s)