famisafe-square
Funcionalidades
Demo
Preços
Download
Login
Teste Agora

Cyberbullying: Aprenda Como Lidar com Assédio Virtual

Aprenda Como Lidar com o Bullying Online

editor image

Aug 14,2019 • Publicado em: Impedir Bullying • Soluções Provadas

0
Bullying Online: Aprenda Como Lidar com o Bullying Online
Quando se trata de estudantes na escola, o bullying sempre foi um problema frequente nos corredores e áreas de recreio. Desde casos relativamente menos importantes de importunação e xingamento até abuso físico muito mais sério, os efeitos do bullying podem ser de longo termo e ter um impacto significativo.


No entanto, desde o aparecimento de telefones celulares, computadores e tablets, o bullying assumiu uma nova forma no mundo digital, geralmente conhecida como "cyberbullying", ou bullying cibernético. O bullying cibernético está virando um problema cada vez maior em escolas por todo o omundo, e é essencial que pais, professores e estudantes sejam proativos a fim de reduzi-lo e, se possível, dar fim a esse problema.


Hoje vamos explorar tudo o que você precisa saber sobre o bullying cibernético, incluindo o que está acontecendo no momento atual, quais medidas estão sendo tomadas para lidar com ele e o que você pode fazer para ajudar a abordar quaisquer casos de bullying cibernético que estejam acontecendo em sua vida.

A definição de bullying online

Para começar, é bom garantir que estejamos todos cientes do essencial: vamos ver a definição oficial do bullying online. Em poucas palavras, o bullying cibernético (o mesmo que bullying online) é uma forma de bullying que ocorre online (duh). Ele pode acontecer através de qualquer dispositivo eletrônico, incluindo, mas sem se limitar a, celulares, computadores ou tablets.


Às mais das vezes, o bullying cibernético acontece através de redes sociais tais como o Facebook e o Instagram, mas também pode acontecer em salas de bate-papo ou em blogs, através de e-mail ou outras formas de comunicação instantânea.


O bullying cibernético se apresenta na forma de xingamento, importunação, depreciação, ameaças ou intimidação agressiva de alguém. Isto virou um problema tão grande porque crianças estão tendo acesso a estas tecnologias em uma idade muito jovem e sentem-se como se pudessem agir como bullies porque não estão face a face com suas vítimas.


Em casos extremos, crianças podem até mesmo criar contas falsas a fim de permanecer anônimas para as pessoas que elas estão abusando ou intimidando. Qualquer tipo de ameaça, diga-se de passagem, seja baseada em sexo, raça ou de modo geral, pode ser considerada bullying.


Quais leis existem sobre o bullying online?
Agora que já estamos todos de acordo sobre o que é o bullying online, é importante notar que já existem processos, regras e leis ativos com o intuito de minimizar o risco do bullying online, bem como para punir e educar os perpetradores.


No entanto, quais leis aplicáveis existem sobre o bullying online é algo que depende do país onde você mora. No momento, em 2017, não existe uma definição legal oficial do que consiste o bullyingcibernético, embora as leis existentes sobre o bullying possam ser aplicadas quando este acontece online.


Nos Estados Unidos, as regras sobre bullying online que existem são conhecidas como "stalking cibernético". Esta é uma ofensa criminal e inclui, mas não se limita a, difamação, assédio online e stalking. As penas para casos de stalking cibernéticos podem ser extremamente severas.


Penas podem variar de sentenças de prisão de até 18 meses e uma multa de US$10.000 por uma sentença de quarto grau. No entanto, uma condenação em segundo grau pode resultar a até 10 anos de prisão, bem como uma multa no valor de US$150.000.


Os graus das leis de bullying online podem variar dependendo da severidade de cada caso individual. Por exemplo, se alguém posta algo que poderia ser considerado como bullying, mas logo em seguida se arrepende do feito e não posta nada malicioso novamente, isso não conta como um problema.


No entanto, se um indivíduo está constantemente tendo atitudes de bullying, criando diversos posts ou conteúdo, que são conhecidos como "mídia rica", para alvejar uma ou mais pessoas, ou mesmo planejando uma campanha de bullying para prejudicar alguém, isso pode resultar numa sentença pesada.



Nos Estados Unidos, no Reino Unido e em muitos outros países, outras leis de bullying relacionadas também são postas em ação nos casos relevantes. Isso pode incluir os Atos de Ordem Pública, Leis sobre Bullying no Ambiente de Trabalho, Leis sobre Publicações Obscenas, Atos de Comunicação, Atos de Desuso de Computador, Atos de Proteção contra o Assédio, Atos de Comunicação Maliciosa e muitos mais.


É claro que, novamente, isso depende de qual o país onde você se encontra e como estas leis são formuladas ou tituladas. Jovens adultos acima da idade de 18 anos são tipicamente acusados como adultos, mas crianças também podem ser acusadas e o serão, dependendo da severidade do bullying e de outros detalhes específicos a cada caso individual.

O que pode ser feito por pais em relação ao bullying online, antes que seus filhos sejam prejudicados

Com toda esta informação, você pode estar se sentindo um pouco perplexo, o que seria compreensível. No entanto, mesmo com todas as leis que existem em vigor, é extremamente difícil para as autoridades conseguir ficar de olho em tudo o que acontece nas contas em redes sociais de cada criança.


Além disso, o bullying cibernético pode acontecer sem que ninguém além das pessoas envolvidas o perceba, e se o seu filho estiver sofrendo de bullying ou o praticando contra alguém outro, e não o mencionar, pode ser extremamente improvável que alguém descubra, seja você, sejam os professores da criança.


No entanto, como um pai, há formas com as quais você pode ser proativo em relação ao problema e garantir que os sinais do bullying sejam percebidos enquanto ainda for tempo de abordar o problema. Uma das formas mais eficazes de fazer isto é através de software de controle parental.


Apresentando o FamiSafe


O FamiSafe é uma das aplicações de controle parental mais cheias de funções que existem no mercado hoje em dia, e vem com tudo de que você precisa para descobrir e impedir o bullying ciberinético em qualquer forma que esteja acontecendo. Também é uma das soluções mais simples que alguém poderia usar, sem quaisquer habilidades técnicas requeridas.


Algumas das funções às quais você terá acesso incluem:


  • Rastreamento de Atividade Online
Você pode fazer login na sua conta a qualquer momento para ver o que o seu filho ou filha está buscando na internet em seu dispositivo. Você também pode rastrear o seu histórico de buscas e checar quais sites eles estão acessando. Se o seu filho estiver procurando sobre bullying online, isso pode ser um indicador claro de que ele tem um problema de bullying.


  • SMS Suspeitas
SMS Suspeitas é a última função adicionada ao aplicativo FamiSafe, que ajuda a notificá-lo sobre quaisquer mensagens SMS que possam ser relacionadas ao bullying. A aplicação escaneia cada mensagem que é enviada a fim de garantir que não haja palavras-chave relacionadas a bullying online. Se algo é encontrado, a aplicação o notifica.


  • Rastreamento de localização em tempo real e funções de geo-cercado
Além de todas estas funções relacionadas à internet, uma função essencial que o FamiSafe oferece é a possibilidade de rastrear a localização do dispositivo de seu filho em tempo real, através de GPS. Isso quer dizer que você pode ver se o seu filho está faltando à escola, por exemplo, o que pode indicar um caso de bullying.


Você também pode acessar funções de geo-cercado, que lhe enviam uma notificação cada vez que a criança passar pelos limites de uma área geográfica que você pode determinar no mapa.


  • Controle remoto total do dispositivo
Algumas crianças ficam tão viciadas em redes sociais que respondem e leem constantemente novos comentários ou tentam virar a situação quando acontece bullying online. Além disso, se o seu filho está sendo o bully ele mesmo em relação a alguém outro, pode ser que você opte por restringir o seu acesso a dispositivos eletrônicos. E tudo isso é possível através do FamiSafe.


Como instalar o FamiSafe


Para ajudá-lo a começar a se beneficiar da solução FamiSafe a partir de hoje, preparamos uma lista em três passos simples de tudo o que você precisa fazer para instalar e ativar a aplicação, o que garantirá que você tenha todas as ferramentas na mão para identificar e combater o bullying online.


  • Primeiro passo - Instale o FamiSafe
Bullying Online: Aprenda Como Lidar com o Bullying Online
Para começar, dirija-se ao site do FamiSafe e crie uma conta. Para isso você precisará de seu endereço de e-mail, bem como de uma senha segura, mas fácil de memorizar. A seguir, tome o seu celular e o celular de seu filho e baixe o aplicativo FamiSafe.


Opcionalmente, você pode pesquisar por "FamiSafe" na loja de aplicativos de cada celular e baixá-lo e e configurá-lo diretamente a partir daí. Não se esqueça de que é necessário instalá-lo em ambos os celulares!


  • Segundo passo - Configure o FamiSafeBullying Online: Aprenda Como Lidar com o Bullying Online
Uma vez que o aplicativo tenha sido instalado, abra-o e faça login usando a conta que você criou no primeiro passo. Agora, já no seu celular, selecione a opção "Pais"; no celular de seu filho, selecione a opção "Criança". Isso pode ser feito facilmente de acordo com as instruções que serão exibidas na tela.


Em dispositivos Android, será necessário aceitar todas as permissões requeridas para que o aplicativo tenha acesso a todas as funções. Agora o aplicativo estará configurado e pronto para o uso!


  • Terceiro passo - Comece a usar o FamiSafeBullying Online: Aprenda Como Lidar com o Bullying Online
Agora você pode devolver o dispositivo de seu fiho para ele, e eles poderão usá-lo como de costume. No seu dispositivo, abra o aplicativo FamiSafe e você será encaminhado para o seu painel de controle pessoal, onde terá acesso a todas as funções.


Você pode acessar estas funções a qualquer momento, e como todas as informações são atualizadas em tempo real, você sempre estará a par do que estiver acontecendo, quando estiver acontecendo. Utilize as funções disponíveis para monitorar o uso que o seu filho estiver fazendo da internet e o que estiver sendo dito. Assim, você garante que será capaz de identificar quaisquer sinais de que há bullying online acontecendo, podendo em seguida tomar as medidas necessárias a respeito.

Conclusão

Como você pode ver, embora o bullying cibernético possa parecer uma situação assustadora e difícil de resolver, existem leis, sistemas, processos e soluções já ativos para ajudar a abordar os problemas decorrentes dele. É importante certificar-se de que você esteja sendo proativo com estes passos; também é essencial ter uma conversa aberta e sincera com seus filhos sobre os riscos e efeitos do bullying para ajudar a diminuir o risco de que ele aconteça. Com as medidas certas sendo tomadas, quem sabe não podemos acabar com o bullying de uma vez por todas.
editor image

Emanuela Souza

staff Editor

0 Comentário(s)