famisafe-square
Funcionalidades
Demo
Preços
Download
Login
Teste Agora

Dicas para Crianças sobre Como Evitar o Assédio Moral na Escola

Crianças sobre Como Evitar o Bullying

editor image

Aug 14,2019 • Publicado em: Impedir Bullying • Soluções Provadas

0
Dicas para crianças sobre como evitar o bullying nas escolas
Como evitar o bullying nas escolas está virando cada vez mais a pergunta mais feita entre pais, professores e mesmo crianças no mundo todo — isso apesar de já ter sido enfatizada em comunidades educacionais por anos.


Apesar de muito trabalho feito a respeito e da conscientização cada vez maior através dos EUA e do mundo, o bullying ainda é um dos maiores problemas que uma criança pode enfrentar na escola nos dias de hoje, especialmente com o aumento da conectividade à Internet, o advento das redes sociais e o fato de que a maior parte das crianças tem acesso, através de seus próprios celulares, computadores ou tablets, a situações de bullying cibernético.


Seja se você é um pai preocupado pelo seu filho estar sofrendo de bullying, seja se você está preocupado que ele possa estar cometendo bullying ele mesmo, este pode ser um momento estressante e confuso para todos aqueles envolvidos, e precisa ser abordado de forma própria e profissional. É importante agir de forma produtiva, que cuide do bem-estar dos seus entes amados e de todos envolvidos.


Hoje, vamos olhar com atenção para o mundo do bullying, detalhando tudo que você precisa saber sobre como impedir, lidar com e aliviar qualquer potencial problema de bullying.


Fatos sobre o bullying que todos deveriam saber


Antes de começar a abordar o problema do bullying, é importante que você pare um momento para entender o quão presente é o problema do bullying e quais são os efeitos de bullying na escola. E, pensando bem, os fatos sobre o bullying nas escolas podem ser uma surpresa para você.


Aqui estão alguns fatos sobre o bullying nas escolas, para que você possa entender quais as chances de que o bullying esteja afetando o seu filho.
  • 48% de todas as crianças entre as idades de 9 e 18 anos experimentam algum tipo de bullying em suas vidas. 20% dessas experiências acontecem entre 14 e 18 anos.
  • 70.6% de todas as crianças dizem que viram algum tipo de bullying acontecer na escola, bem como 70.4% dos professores. 41% das testemunhas totais dizem que presenciaram bullying ao menos uma vez por semana ou mais.
  • Cerca de 55.2% de todos os estudantes LGBTQ sofrem de bullying cibernético durante o seu período de educação, bem como 15% de todos os estudantes em geral.
  • Somente 20-30% das crianças relatam as suas experiências com bullying para um adulto, seja professor ou pai.
Como você pode ver, os fatos sobre o bullyingnas escolas mostram uma taxa que provavelmente é bem mais alta do que você pensava a princípio, e a probabilidade de que o seu filho sofrerá de bullying durante o seu período de educação é perto de 50%, enquanto que as chances de que eles tenham visto bullying passam de 70%. E o que isso tudo quer dizer?

Quais são os efeitos do bullying na escola?

A segunda coisa da qual você precisa estar ciente é quais são as consequências e efeitos que o bullying na escola pode ter em crianças e em todos os que o testemunham. Sem saber disto, é difícil estar ciente da sinceridade da ação e ao que ela pode levar.


Educação prejudicada


Talvez o efeito mais comum e difundido entre todos os efeitos do bullying na escola seja a distração. Todas as crianças estão na escola para aprender, para se educarem e prepararem para o futuro, mas, infelizmente, o bullying é uma forma de distração de tudo isso. Essa distração não acontece somente com o indivíduo que sofre do bullying, mas também com aqueles que presenciam o bullying.


Dano à saúde mental


Não há como negar os efeitos que o bullying na escola pode ter no desenvolvimento mental e no bem-estar da criança: são problemas que podem durar toda uma vida. Em alguns casos, o bullying pode se tornar tão insuportável que chega a levar a pensamentos suicidas e, em situações extremas, ao suicídio ele mesmo. Cerca de 14% de adolescentes já consideraram o suicídio e 7% fizeram alguma tentativa nesse sentido.


Consequências de iniciar o bullying


Embora seja simples de imaginar as consequências que sofrer o bullying pode ter numa criança, poucas pessoas dão atenção a como o próprio indivíduo que pratica o bullying pode ser afetado no longo prazo. As estatísticas nesta área mostram que bullies podem se encontrar facilmente em em atividades criminosas cada vez mais perigosas.


Além disso, o risco de se envolver em alcoolismo e abuso de drogas aumenta dramaticamente e é um dos fenômenos mais comuns associados ao bullying na escola — mais ainda, o risco de abuso em relacionamentos e de se encontrar em brigas com adultos aumenta igualmente.


Consequências de testemunhar o bullying


Mesmo para indivíduos que não sejam diretamente envolvidos com situações de bullying, mas que acabem por presenciar uma situação assim, pode haver efeitos no longo prazo. Estes incluem o aumento no risco de uso de tabaco, álcool ou drogas, bem como uma chance maior de matar aulas.


Como você pode ver, não importa se o estudante está sofrendo de bullying, praticando o bullying em relação a alguém outro ou mesmo se vê um caso de bullying: há efeitos que podem se estender para a vida adulta e causar problemas sérios mais tarde.

Dicas para crianças sobre como evitar o bullying nas escolas

Seja onde for que os seus filhos estejam em relação ao bullying, é importante garantir que elas saibam como lidar com esse fenômeno e como seguir em frente. Ter a habilidade de se afirmar e de abordar a situação de forma ponderada pode fazer uma diferença enorme em suas vidas.


Aqui estão algumas dicas para ajudar os seus filhos a evitar e impedir o bullying nas escolas.


Ser respeitoso


Todo o mundo deve mostrar respeito para todos os outros, porque estar na escola em segurança e sem ser importunado é o direito de cada um. Não importa a aparência, crenças ou ações de cada um — ensine o seu filho a ser respeitoso tanto quanto possível. Se eles tiverem vontade de agir de forma malvada em relação a alguém, eles precisam saber que é sempre possível simplesmente ir embora.


Falar com um adulto


Se uma criança tiver vontade de praticar bullying em relação a alguém outro, ou estiver sofrendo ela mesma de bullying, ela precisa ter a possibilidade de falar abertamente com um adulto, seja ele um pai ou um professor. As crianças precisam saber que podem ter coversas sinceras e confidenciais com pessoas nas quais confiam.


Evitar confrontos


O seu filho precisa estar atento e perceber quando está sendo vítima de bullying e a seguir aconselhado quanto a como evitar estas situações. É claro, isso não quer dizer que o seu filho deva faltar à escola; de resto, o bullying não deveria acontecer nas aulas com um professor presente. No entanto, quando se trata de corredores ou a área da escola, pode ser uma boa ideia fazer um percurso mais longo se isso aumenta a chance de evitar um potencial bully.

O que pode ser feito pelos pais para manter seus filhos afastados de situações de bullying?

Embora haja muita informação que pode fazer a diferença essencial quando se trata de impedir o bullying nas escolas, graças ao avanço da tecnologia e das redes sociais, o cyberbullying, ou bullying cibernético, também virou uma ameaça significativa. Então o que pode ser feito para proteger os seus filhos contra isto, além do bullying nas escolas?


Apresentando o FamiSafe


O FamiSafe é a principal aplicação de controle parental do mundo, sendo instalado diretamente no celular de seu filho e lhe dando em seguida a capacidade de monitorar tudo o que você precisa saber a partir do seu próprio dispositivo. Com as suas funções, você adquire a capacidade de:


  • Rastrear a localização do dispositivo e montar geo-cercados a fim de receber alertas customizados
  • Monitorar mensagens de texto e chamadas a fim de estar a par de todas as comunicações enviadas e recebidas
  • Monitorar as redes sociais a fim de ver mensagens enviadas e recebidas e posts feitos
  • Ver todos os arquivos e mídia gravados no celular, incluindo fotos e vídeos
  • Bloquear o acesso ao celular como um todo, ou a certos aplicativos em particular
A nova função "SMSs Suspeitas"


As funções acima já são mais do que você enontra na gande maioria dos aplicativos de controle parental, mas a coisa não para por aqui. O FamiSafe foi atualizado recentemente com uma nova função, chamada "SMSs Suspeitas".


Uma vez que não é possível monitorar todas as mensagens recebidas a todos os momentos do dia, o FamiSafe se encarrega do trabalho pesado para você. Usando tecnologia de escaneamento, o aplicativo inspeciona todas as mensagens SMS de seu filho automaticamente no momento em que são enviadas e recebidas.


Se o aplicativo detecta alguma palavra que poderia ser usada num contexto de bullying, como por exemplo um palavrão ou xingamento, você recebe uma notificação que o avisa disso no seu próprio celular. Isso, é claro, acontece em tempo real.


Com isso você tem a possibilidade de saber exatamente o que está acontecendo o tempo todo, bem como a confiança de saber que você nunca deixará passar uma mensagem que possa indicar que o seu filho está sofrendo de ou praticando bullying, garantindo que você sempre tenha o máximo de informações necessárias para tomar as decisões apropriadas em relação ao bem-estar do seu filho.


Como instalar e utilizar o FamiSafe


Com tantas funções úteis e potentes, não é de espantar que tanta gente esteja se inscrevendo para usar esse serviço diariamente. E, se você estiver se perguntando como começar a usá-lo você mesmo, aqui está um guia passo a passo.


Primeiro passo: instale o FamiSafe nos dispositivos


Para começar, dirijá-se ao site do FamiSafe e faça download da aplicação tanto no celular ou tablet de seu filho quanto no seu próprio. Você pode fazer isso tanto através do link disponível no site quanto através da loja de apps no celular.


Dicas para crianças sobre como evitar o bullying nas escolas
É só instalar como qualquer outro aplicativo.


Segundo passo: configurando os aplicativos


Enquanto a instalação está acontecendo, vá para o site do FamiSafe e cadastre-se com o seu endereço de e-mail e uma senha de sua escolha. Você também pode fazer isso através do aplicativo, uma vez instalado. A seguir, abra o aplicativo e confira os menus em ambos os celulares, a fim de se certificar que você tenha feito login com a mesma conta em ambos os celulares, o que quer dizer que eles estarão conectados.


Dicas para crianças sobre como evitar o bullying nas escolas
No celular de seu filho, certifique-se de ter escolhido a opção "Celular da criança". No seu celular, selecione a opção "Celular do pai".


Em dispositivos Android, você deverá aceitar todas as permissões que forem requisitadas para que o aplicativo funcione bem.


Terceiro passo: comece a usar o FamiSafe


Uma vez que o assistente de instalação haja sido executado em ambos os dispositivos, você estará pronto para começar a usar o aplicativo FamiSafe. Para tanto, basta abrir o aplicativo no seu celular: você será conduzido para um painel de controle. A partir do menu principal, selecione a função que deseja usar e a informação correspondente lhe será exibida.


Dicas para crianças sobre como evitar o bullying nas escolas
É simples assim!

Conclusão

Como você pode ver, o bullying ainda é um problema muito relevante do que se dá conta a maioria dos pais, mas há uma variedade de abordagens das quais você pode se valer para garantir que o bem-estar de seu filho seja mantido e que o risco de bullying e de seus efeitos consequentes seja minimizado.
editor image

Emanuela Souza

staff Editor

0 Comentário(s)